Dicas sobre a Jamaica

New Page 4

Diga-me o que acha do nosso Web site. Assine o Guestbook!

Home
Jamaica No Problem
Diários de Viagens
Favoritos
Galeria de fotografias
Dicas sobre a Jamaica

 

 

Jamaica, nas ondas do reggae e da natureza.

Guia Prático

 

Como Chegar:

bullet

As Operadoras de turismo que trabalham com o destino Jamaica oferecem pacotes com avião e hotel.

Mapa:

Hospedagem:

bullet

A Jamaica possui uma óptima infra-estrutura hoteleira. Boa parte dos resortes oferece o sistema " tudo incluído" com todas as bebidas refeições, alem da parte de lazer. Se quiserem conhecer a ilha recomendo alugarem um táxi (os de matrícula vermelha são os táxis legais) e negociarem o dia, visto ficar muito mais barato do que o preço das excursões oferecidas pelos hotéis. Não deixem de fazer mergulho e conhecerem os fantásticos refices de corais.

Formalidades de Entrada / Saída:

bullet

Os Cidadãos podem entrar no país com passaporte em vigor, com uma validade mínima de 6 meses. Na entrada deverão preencher dois formulários que lhes serão entregues no avião: Um de imigração (1 por pessoa) e uma declaração de alfandega (1 por família ou casal). Á saída do país é obrigatório pagar uma Taxa do Governo Jamaicano de 37 US$.

Diferença horária:

bullet

A diferença é de 6 horas menos que em Portugal.

Moeda:

bullet

1 euro=335 Dólares Jamaicanos.

Gastronomia:

 
bullet

Conhecer a Jamaica também significa se entregar à culinária local, que oferece um tempero diferenciado e muito popular. Assim como a frase “Um povo único saído de muitos”, que explica a origem do povo jamaicano, a culinária também mistura os sabores e técnicas de muitos países.

bullet

A base da cozinha jamaicana é a pimenta, ou “allspice”, nativa do país. A maioria dos pratos é apimentado e com fortes temperos. O condimento é utilizado na maioria dos alimentos, inclusive na preparação do “jerk”, um prato onde a carne de porco, frango ou peixe é temperada com uma mistura de ingredientes e depois cozido em fogão de lenha, alimentado com madeira de pimenta.

bullet

Assim a carne cozinha lentamente e também adquire o sabor da madeira. No país também são encontrados restaurantes típicos de todo o mundo, além de uma enorme variedade de pratos que tem como base os frutos do mar. A fruta nacional, o ackee, só pode ser comida depois de aberta naturalmente. Antes disso é venenosa. Os jamaicanos comem ackee em todas as refeições, misturado com bacalhau ou carne.

Compras:

bullet

Pode-se encontrar uma grande variada  de artesanato em madeira, palha, cerâmica, conchas, encontra-se em quase todo o sítio, nem é preciso procurar pois eles vem ter convosco. Existem shopping em toda a Jamaica, Negril, Ochos Ríos etc. Na hora de comprar as lembranças e souveniers o turista deve pechinchar muito, já que os nativos cobram muito mais caro para turistas estrangeiros, mas com as negociações sempre se conseguem bons descontos.

O que evitar:
 

bullet

Drogas, inclusive a marijuana, que apesar de fazer parte da cultura da Jamaica, é proibida por lei desde 1913. Apesar de todos os nativos fumarem, tentem fumar em sítios restritos, devido à policia à paisana. 
Frequentar lugares ermos ou escuros, sem a companhia de um guia confiável. 
Ir à praia sem protector solar. 
Mosquitos das Caraíbas, se não colocarem repelente eles são capazes  de vos picar o corpo todo.
Estradas à noite 
Perder a paciência.

 WEB DESIGN: Susana  e-mail: sumonteiro@net.sapo.pt

 

 

 

[Home] [Jamaica No Problem] [Diários de Viagens] [Favoritos] [Galeria de fotografias] [Dicas sobre a Jamaica]

Este site foi actualizado pelo última vez em 22/03/05